Cambuí, o velho Novo Setor boêmio de Campinas

A história dos bares de Campinas passa obrigatóriamente pelo Cambuí, seja nos dias atuais como em décadas passadas, podemos dizer que o bairro é e sempre foi o reduto da boemia campineira.

A popularização do Cambuí tem início nos anos 80, quando um grupo de amigos resolvem abrir novos bares na região do Centro de Convivência, com o diferencial de apresentações musicais ao vivo, algo que até então não era comum. Campinas nesta época já era conhecida como uma cidade universitária, que recebia estudantes de todo o Brasil. E estes estudantes começaram a se reunir nos bares próximos transformando a região no principal ponto de encontro, em uma destas noites numa roda de amigos ouve-se pela primeira vez o termo Broadway campineira, porque segundo eles encontrava-se todo tipo de gente naquele “Setor”, sem perceber esse grupo de amigos criaram o nome de um dos pontos mais tradicionais e marcantes da história de Campinas.

mapa setor

O “Setor” nasceu a partir do fracasso de um bar. Quando o Centro de Convivência foi inaugurado tentou-se complementar as atividade culturais e de lazer com o bar Pantheon, batizado em grego seguindo a linha arquitetonica do Teatro de Arena. Quando o Pantheon fechou a boemia intelectualizada que frequentava o bar migrou para outos dois bares: City Bar e Paulistinha.

Durante seu auge o “Setor” era o reduto dos jovens campineiros com diversos bares como o Contra Mão Espaço e Bar na rua Gal. Osório, ao lado tinhamos o Paulistinha, um quarteirão abaixo tinha o Natural ao lado do City Bar, que exite até hoje. Na rua Benjamin Constant eram cinco bares vizinhos, o Lanchonete na esquina com a Avenida Julio de Mesquista, Candeeiro, Skidabã, Ilustrada e Caicó.

Com a passar do tempo o “Setor” começou a crescer passando a impressão que estava acabando, na medida que bares da rota tradicional Julio de Mesquita, Gal. Osório e Benjamin Constante foram fechando, novos bares eram abertos num raio maior. Assim um dos primeiros a sair de rota foi o Maracujá, na Emílio Ribas, o Luz Del Fuego, na rua Dom Pedro, a Choperia Keller, na rua Cel. Quirino.

O fim do “Setor” tradicional chegaria nos anos seguintes, quando alguns dos bares passaram a fechar mais cedo por motivos de segurança, o City Bar por exemplo passou e encerrava seu atendimento as 22 horas. Bares foram fechando devido a queda de público, e em meados de 1996 uma lei aprovada pelo ex-prefeito Edivaldo Orsi acabaria por decretar a falência do “Setor”, a lei dizia que bares sem isolamento acústico estavam proíbidos de ter música ao vivo após as 22 horas. Como a maioria dos bares tinham música ao vivo e nenhum tinha o isolamento exigido acabaram se adaptando e passaram a fechar as 22 horas. O público que já era reduzido passou a buscar as novas casas noturnas que surgiam na região, que ofereciam música até altas horas.

Nos dias atuais o “Setor” virou história, mas enraizou hábitos na população de Campinas que são visiveis até hoje. Novos bares abrem e fecham com uma frequencia talvez até incomun, se comparado a outras cidades, Mas ao mesmo tempo a tradição permanece viva numa região que hoje é chamada de “Cambuí”, localizado entre as Avenidas Norte-Sul,  Moraes Sales, Julio de Mesquita e Orozimbo Maia.

Novo Setor

Novo “Setor”

Talvez seja pela localização em uma area nobre da cidade que os bares são centralizados em busca de um público com maior poder financeiro, que vai de encontro com o desejo dos frenquentadores, que buscam além de diversão o status de ir ao “Cambuí”, sejam eles estudantes ainda vindos de outras cidades e moradores de Campinas e Região, que atualmente frequentam as dezenas de bares espalhados pelas ruas do “Novo Setor”.

– Por Marcelo Cabral

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s